domingo, 6 de dezembro de 2009

A nação carioca lava a alma!


Hoje eu não venho falar de filme nenhum. Mas venho falar de algo que poderia muito bem ser o roteiro de um grande filme: o futebol carioca, representado mais brilhantemente por Flamengo e Fluminense. Esses dois grandes clubes, os mais tradicionais do futebol do Rio, foram os protagonistas de uma das mais belas arrancadas da história do futebol mundial. O Fla, saiu da zona morta direto pro G4 e depois pro HEXA, e o Flu, chutou as 99,7% de chances de ser rebaixado, venceu todas no fim do campeonato e continua na elite do futebol.

Assim como o famoso jornalista Mário Filho, criador do Jornal do Sports, meu coração sempre pendeu pros dois lados: do Fla e do Flu. Ele também tinha uma família tricolor, irmãos fanáticos pelo time das Laranjeiras - incluindo o ainda mais famoso deles, Nelson Rodruigues. Eu também tive, em toda a minha vida, que suportar e aguentar as pressões de um pai e um irmão que me queriam "do outro lado". Mas por um puxa-saquismo da minha mãe e um pouco de pirraça pra irritar o mano, eu acabei torcendo pro Flamengo. Para desespero dele, claro! E, por ironia maior do destino, eu acabei namorando um... Tricolor... Pois é. E quarta-feira lá estava eu, no Maracanã, no meio da Legião Tricolor, torcendo pro Fluminense! Heresia? Não. Não posso negar nem nunca negarei que, quando não é um confronto direto, meu coração bate em verde, branco e grená. Confesso que por muitas vezes eu pensei se eu realmente era Rubro-Negra ou Tricolor. E essa semana eu tive a confirmação maior do meu amor rubro-negro. Por mais que eu estivesse lá, no meio da torcida, aos berros - afinal, eu não queria que a LDU ganhasse! - meu coração não bateu tão forte quanto hoje, na minha casa, sozinha e longe de qualquer Maraca tremendo. Lá, no meio de uma torcida alucinada, não cantei com tanta força da minha alma como aqui, na minha sala vazia, gritando "Mengão do meu coração!". O que o Fla fez comigo hoje, fazer minhas pernas tremerem, me levar à beira das lágrimas, me fez ver, com toda a certeza do mundo: eu sou Rubro-Negra. E se isso significa ser mulambada, então tudo bem, eu sou Mulambada com muito orgulho!

E sabe o mais legal hoje? Assim que acabou o jogo, recebi uma enxurrada de ligações. Do meu pai, do meu irmão e do meu namorado tricolores me parabenizando pelo título do meu time. Prova que o amor pela família é maior que o amor por um time de futebol. E é assim que deve ser.

Pensar que há alguns meses atrás o Fla não tinha nenhuma chance de título e o Flu tava mais do que garantido na segundona. E esse Hexa, essa fuga dupla do rebaixamento (não podemos esquecer o Botafogo, né, coitados) e o Vasco campeão da Segunda Divisão mostraram para essa imprensa paulista FDP a força do Rio de Janeiro. Ai, ver seu time campeão e ainda ver os times paulistas nadarem, nadarem e morrerem na praia? Ver o Muricy Ramalho se afundar e ainda levar o Palmeiras junto com o peso da sua cabeça metida? O ego inflado dele pesa tanto que acabou afundando o Palmeiras pro quinto lugar. Técnico de verdade é o Andrade: simples, humilde, fazendo um trabalho perfeito. E acima de tudo, um cara que AMA o Flamengo. Aliás, quem diria que ainda tem isso hoje em dia? Caras que amam um time, como o Pet - "é o Pet, é o Pet, é o Pet!" - e o resto do time guerreiro. Mas, fala sério, ver esse sérvio de belos olhos cobrando uma falta, um escanteio, dá um orgulho enorme, né? E esse sérvio foi o responsável pelo primeiro título rubro-negro que comemorei com toda a minha alma: o tri em 2001. Aquele golzinho de falta, nos últimos minutos... Ainda me dá arrepios!

Antes de continuar, só esclarecendo umas coisas antes que alguém leia isso aqui e tente me matar: tricolores, não fui no Maracanã torcer contra. Fui tão tricolor quanto vocês naquela quarta-feira e, por favor, não me acusem de ser pé-frio, hein! Nunca tinha xingado tanto alguém de viado quanto aquele goleiro mulherzinha da LDU fazendo cera. E paulistada, nada contra o time de vocês, é sério. Só que irrita assistir a programas, como aquele do canal 6 que não sei o nome, falar SÓ do futebol paulista, engrandecer o futebol paulista, babar o ovo do futebol paulista e esquecer que existe o resto do país que também joga bola. Pensar que hoje, Flamengo Campeão Brasileiro e, em todas as vezes que mudei de canal, eles nem sequer citaram o Fla. Preferiram falar da eleição para presidente no Santos... "É brincadeira!"

Bom, esse Campeonato bem que daria um grande roteiro cinéfilo. Times desacreditados chegando longe, superando as próprias forças. Jogos emocionantes, gols chorados, e muita emoção para embalar esse campeonatozinho de pontos corridos que, cá entre nós, é muito do furreca. E o Rio, ah, meu Rio de Janeiro. Vai fazer um belo carnaval Rubro-negro-Branco-preto-Verde-Branco-Grená neste fim de ano para mostrar pro Brasil inteiro a força do futebol mais tradicional e mais bonito... DO MUNDO!

7 comentários:

  1. Filha! -_-' Não tô enxergando nada. Cê pode mudar a cor pr'os seus leitores poderem ler?
    'gradicida...

    ResponderExcluir
  2. SAUDAÇÕES HEXA-RUBRO-NEGRAS! ahuahuah...até pra Nelson Rodrigues o Fla é/era "inexpugnável". x)
    Enfim, mas eu bem que torci para que o "pó-de-arroz" e a "cachorrada" caissem!!!E ficassem juntinhos com o Vasco [ se nao tivesse, infelzmente, voltado pra 1ª ¬¬] falo mesmo u.u hauauha...odeio todos os times invejosos q "agouram" o meu.rs
    Mas td bem, sobreviveram... querendo ou não tem um merito pela luta. =)
    E voltando ao assunto mais bonito e mais importante: MENGÃO CAMPEÃOOO!!!*.*
    Eu não consigo por em palavras tanto sentimento por esse time, serio. Muito menos o que eu senti no domingo...sou "torcedora fanática-doente-seja-la-como-quiserem-me-nomear" graças ao meu pai que, msm nao sendo brasileiro e também torcendo pro REal Madrid la fora, também possui um amor imenso pelo flamengo! *.* ....o que eu mais queria era ter visto/sentido de perto toda essa emoçao,pena nao ter conseguido ir ao Maracanã assistir ao jogo por conta da maldita falta de ingresso. :(
    pular, gritar, torcer, sorrir, chorar, tremer, sentir o coraçao bater mais forte..."E se isso significa ser mulambada, então tudo bem, eu sou Mulambada com muito orgulho!" E que orgulho! ;)

    ResponderExcluir
  3. Marcele, você gosta de futebol, que tristeza! T_T

    Mas ok, foi um dia feliz pro futebol carioca, mesmo. E felizmente o Flamengo ganhou, sinceramente, eu nem quero pensar no que poderia ter acontecido se tivessem perdido... Já passei maus bocados por causa da torcida do Flamengo.

    São poucos os Flamenguistas civilizados, e isso é fatão. =* Você é, chuchu! XD

    Obrigada por se preocupar com os olhos da vovó aqui! Beijooos!

    ResponderExcluir
  4. Tá, é uma relação até esquisita essa sua com os dois times... Mas como você disse, grandes nomes já o tiveram, rs... Eu sou rubro-negro até debaixo d'água e estive no jogo, que foi sem dúvida o mais emocionante da minha vida... Sobre o rebaixamento dos outros, estive indiferente, mas não torci por nenhum, rs...

    Belíssimo texto...

    ResponderExcluir
  5. É O PET,É O PET,É O PET!!!!!!!!
    Meu coração só tem uma paixão!!num consigo gostar de outro, meu coração só bate forte por ele!!!!MENGÃO DO MEU CORAÇÃO!!!!
    Bela história mais q bom q vc veio pro Lado iluminado da força!!rsrs brincadeira heim tricolores e afins!!!rsrsrs

    ResponderExcluir
  6. E eu tava lá! Fala sério, sem explicação, ver o Mengão ser campeão brasileiro no maraca. Vou emoldurar o ingresso.

    ResponderExcluir